Maio 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31





No dia 09 de maio, o projeto “Banca da Ciência” realizou atividades de divulgação científica em escolas públicas da região.

 

No período da manhã, a Banca da Ciência visitou a Escola Municipal de Ensino Fundamental “Profa. Henory de Campus Góes”, na cidade de Iperó/SP, os coordenadores do projeto apresentaram os cursos de nosso câmpus e promoveram uma reflexão sobre a profissão de cientista.

 

 

Figura 1 - Apresentação na EMEF "Profa. Henory de Campos Góes", Iperó/SP

 

 

Em seguida, estudantes dos cursos técnicos integrado ao ensino médio, apresentaram experimentos das áreas de eletromagnetismo, óptica, plasmas e hidráulica. O convite para o evento foi da coordenadoria educacional da escola: Profa. Regina Célia Corrêa Mendonça Alves e Prof. Sandro Doniseti Guilherme.

 

 

Figura 2 - Integrantes da Banca da Ciência junto aos corrednadores educacionais da EMEF "Profa. Henory de Campos Góes"

 

No período da tarde, foi realizada mais uma oficina de divulgação científica na Escola Municipal “Profa. Íris de Castro Amadio”, em Boituva/SP. Essas atividades ocorrem mensalmente nessa escola, em que estudantes participam de oficinas em período contraturno ao de estudo na escola. Na escola Íris, participam 25 estudantes, sendo na maioria meninas. Essa proposta dialoga com as propostas de igualdade de gêneros na ciência e tecnologia, que fundamentam as atividades da Banca da Ciência em todas as instituições que ocorrem o projeto (USP, UNIFESP e USP). O tema da oficina deste mês foi “Experimentos Chocantes”, com atividades lúdicas relacionadas ao eletromagnetismo.

 

 

Figura 3 - Integrantes da Banca da Ciência junto ao Prof. Coordenador Thiago Ramires

 

A Banca da Ciência atualmente possui projetos em Ensino, Pesquisa e Extensão e é coordenado pelo professor Emerson Ferreira Gomes (físico e doutor em Ensino de Ciências) e pela professora Heloísa Bressan Gonçalves (bióloga e doutora em Biotecnologia). O projeto é protagonizado por 30 estudantes do IFSP, voluntários e bolsistas, dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio e da Licenciatura em Pedagogia.